Temas relacionados à pandemia estão entre assuntos debatidos em Sessão Plenária

MARCO CALEJO
HOME OFFICE

O Plenário virtual da Câmara Municipal de São Paulo reuniu vereadores na Sessão Ordinária desta quinta-feira (29/4). Por meio de chamada de vídeo, parlamentares previamente inscritos puderam se manifestar por cinco minutos. Assuntos relacionados à pandemia foram os principais temas debatidos. Os trabalhos desta tarde foram presididos pelo vereador Fernando Holiday (sem partido).

Educação

A primeira da lista a utilizar o tempo de cinco minutos para discursar foi a vereadora Silvia da Bancada Feminista (PSOL). A parlamentar repercutiu uma determinação da Justiça, que atendeu a uma ação popular movida pelo mandato dela e pelo Movimento Famílias pela Vida para que a Prefeitura de São Paulo entregue todos os tablets e os chips de internet adquiridos no ano passado aos estudantes do Ensino Fundamental da rede municipal.

Em agosto de 2020, a Prefeitura da capital paulista anunciou a compra de 465 mil equipamentos para auxiliar os estudantes nas aulas à distância. Durante a fala, a parlamentar disse que a educação deve ser garantida aos alunos, em especial para os mais pobres. “Que estes tablets finalmente cheguem nas mãos dessas crianças, desses adolescentes e dessas famílias. Isso, infelizmente, ainda não aconteceu e nós não sabemos o porquê”.

Combate à fome

O combate à fome foi outro tema relacionado à pandemia na capital paulista. O assunto foi tratado pelo vereador Alfredinho (PT), que pediu para ampliar o debate e promover grandes ações para levar comida para as famílias carentes.

“Quero cobrar mais uma vez a Comissão de Saúde, e aqui incluir a Frente Parlamentar Contra a Fome, para que possamos fazer um grande debate sobre a fome nesse país, principalmente na capital de São Paulo”, disse Alfredinho, que afirmou ainda. “É uma covardia alguém, em um país com tanta comida, não ter o que comer”.

Frente Parlamentar Contra a Fome

A Frente Parlamentar Contra a Fome, citada pelo vereador Alfredinho, foi aprovada na Câmara no último dia 14 para promover políticas públicas com a finalidade garantir alimentação adequada à população.

Conheça o trabalho da Frente Parlamentar no hotsite da Câmara Municipal de São Paulo.

Vacina

Também sobre a Covid-19, o vereador Camilo Cristófaro (PSB) se posicionou para falar das 104 mil doses da vacina Coronavac que estavam armazenadas em um centro de distribuição, em Guarulhos.

“104 mil doses de vacinas esquecidas nos armazéns do governo federal, em Guarulhos. Enquanto nós estamos totalmente sem vacinas, 104 mil doses esquecidas. É lamentável”, disse Camilo.

O que diz o Ministério da Saúde

Nesta tarde, em entrevista à jornalistas no centro de distribuição de Guarulhos, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, negou que as doses armazenadas tenham sido esquecidas.

Rodrigo Cruz disse que os imunizantes do Instituto Butantan estavam armazenados para serem distribuídos aos Estados com doses da AstraZeneca em um único carregamento.

Assista aqui aos discursos da Sessão Plenária desta quinta.

No Comments Yet.

Leave a comment

UVB - União dos Vereadores do Brasil Gestor Político