SECRETARIO DO TURISMO CONFIRMA PARCERIA COM A UVESP/MONGERAL

O presidente da Uvesp, Sebastião Misiara, esteve nessa terça-feira, dia 11, em audiência com o Secretário de Turismo, Laércio Benko, apresentando os resultados da pesquisa da Fundação Getúlio Vargas sobre as melhores cidades para a terceira idade. Essa pesquisa, que foi encomendada pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon aponta que, das 500 cidades pesquisadas, um total de 100 das melhores para o idoso viver, está no Estado de São Paulo. “Isso é uma demonstração clara do trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado em todas as áreas”, disse Laércio que tem percorrido os municípios paulistas em todos os finais de semana.

O Secretário confirmou parceria com os organizadores dos seminários, assim como a Secretaria da Saúde do Estado. “Certamente o turismo saúde é um dos itens importantes nessa pesquisa e nossa parceria nos dará um panorama do nosso trabalho nos municípios turísticos”, disse Laércio, que comemorou o fato de Santos responder praticamente a todos os itens gerados pela pesquisa e é hoje a cidade brasileira preferida pela terceira idade.

Ao confirmar a parceria, o secretário Benko disse que a escolha dos municípios de “Interesse Turístico” vem em um bom momento para se juntar a essa pesquisa. Acredita que o caminho ideal é os prefeitos se debruçarem sobre os resultados da pesquisa Mongeral-Aegon e tornarem “Cidade Inteligente” que, com as características apresentadas pelo Connected Smart Cities, tornar-se-ão um lugar ideal, não só os idosos, “mas para todos viverem bem”. E o turismo, entende o Secretário, é obrigatoriamente levado a ser tornar cidade inteligente pela transversalidade do turismo, ou seja, todas as áreas, de saúde a transporte são prioridades para o turismo. Benko a máxima de que para ser turística a cidade precisa ser boa para o morador.

O Connected Smart Cities (cidades inteligentes) foi realizado em junho no Rio de Janeiro, com a participação dos diretores do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon. Nesse longo seminário chegou-se a conclusão que o desejo das pessoas, à medida que envelhecem, é permanecer em suas cidades. E as tecnologias das “Cidades Inteligentes” podem ajudar a viabilizar, aumentando a autonomia dos idosos. O presidente da Uvesp definiu com o Secretário Laércio Benko a participação em todos os seminários que discutirão o tema.

No Comments Yet.

Leave a comment

Creci Gestor Político Instituto de Longevidade Mongeral Aegon